© 2023 por TOURS CHITA. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook Clean
  • Twitter Clean
  • Google Clean

O novo Tua - report

June 10, 2019

 

O rio Tua e o seu território estiveram sempre associados à ideia de Natureza no seu estado bruto. Este afluente do Douro, nos últimos 20 km do seu curso por um desfiladeiro granítico cheio de perigos, era, a par do Sabor, a única brecha que permitia ligar o Planalto Transmontano ao Douro e, daí, ao mundo.

A construção, na década de 80 do séc. XIX, do primeiro troço da linha, entre Foz do Tua e Mirandela, à custa de muito sangue, suor, lágrimas, dinamite e 19 mortos, veio quebrar o isolamento de muitas pequenas vilas e cidades de Trás-os-Montes, ultrapassada um século mais tarde pelas novas acessibilidades e desativada em 2008, com claros prejuízos para as comunidades locais.

Hoje, após a polémica construção da Barragem de Foz Tua, a paisagem do curso inferior do rio é radicalmente diferente, com uma albufeira que se estende 27 km para montante, submergindo 20 km de linha férrea e muitos lugares especiais para as gentes de Riba-Tua.

E foi esta nova realidade que fomos descobrir, primeiro serpenteando por aldeias isoladas (Safres, Amieiro), vislumbrando lá muito em baixo um plano de água que parece estranho, vencendo caminhos vertiginosos até chegar à margem e, depois, de caiaque, explorando a albufeira e os ténues sinais da presença da linha do Tua.

Três anos depois da conclusão das obras da barragem e do enchimento da albufeira, não obstante a beleza grandiosa da paisagem, sente-se que a Natureza está ainda em fase de adaptação. Aves, répteis, mamíferos e peixes procuram ainda adaptar-se a este novo equilíbrio. Como em qualquer barragem, os impactos a jusante e a montante em termos de biodiversidade são discutíveis. Haverá espécies que irão desaparecer e outras que irão chegar, instalar-se e contribuir para um novo equilíbrio. Voltaremos dentro de alguns anos para avaliar!

Agradecimentos: a todos os participantes, pela animação, empenho, carinho e abertura de espírito para estas experiências. Obrigado!

Fotografias: aqui!

 

 

Please reload

Notícias recentes

Estuário do Sado report

October 13, 2019

1/2
Please reload

Arquivo
Please reload